Sociedade Brasileira de Autoimunidade | SOBRAU  >  Articles posted by sobrau_wul7jg (Page 9)

Doença inflamatória intestinal: autoimunidade, artrites associadas e exames de laboratório

Retocolite ulcerativa. É uma doença inflamatória de causa desconhecida caracterizada por diarréia com muco e sangue que ocorre dos 20 aos 40 anos de idade e atinge o cólon. As manifestações articulares ocorrem em alguns pacientes (em torno de 15%) atingindo tanto homens quanto mulheres. A artrite costuma ser migratória e atingir uma ou poucas juntas, especialmente os membros inferiores. Alguns pacientes podem ter artrite antes da doença intestinal aparecer, mas na maioria das vezes a artrite ocorrequando há piora da diarréia. Os exames laboratoriais são inespecíficos, por isso o diagnóstico diferencial é difícil. O gastroenterologista deve ser consultado para fazer exame do intestino grosso e biópsia.

Artrite Reumatóide

É o mais comum tipo de artrite inflamatória, chamada também de doença reumatóide para enfatizar sua natureza generalizada: pode envolver não apenas as juntas, mas também vários outros órgãos internos: olhos, coração, pulmão, vasos sangüíneos, pele, músculos e nervos. Muitos pacientes não desenvolvem complicações orgânicas e podem manejar com mais tranquilidade a doença.

Artrite Psoriásica

Definição. Classicamente define-se artrite psoriásica como uma artropatia inflamatória associada à psoríase cutânea, com habitual negatividade do fator reumatóide. O primeiro relato da associação entre psoríase cutânea e artrite remonta a 1822 pelo francês Jean Louis Alibert. Seguiram-se inúmeras publicações sobre esta associação, inclusive aquelas mostrando concomitância entre artrite reumatóide e psoríase, algo plausível em se tratando de duas doenças comuns. O conceito de artrite psoriásica como uma entidade clínica distinta recebeu maior suporte após os estudos de Wright a partir de sua publicação em 1956. Esta noção ainda não é aceita por alguns autores, os quais sugerem que a psoríase apenas amplifica a resposta a uma artrite de outra etiologia como por exemplo a artrite reumatóide ou espondilite anquilosante. Várias evidências, no entanto, se contrapõem a estas afirmações, como por exemplo as descrições de AP severa em pacientes com síndrome da imunodeficiência adquirida.

Alto teor de sal da dieta piora doenças autoimunes

Créditos: Fotógrafo Marcos Santos / USP Imagens

Várias evidências científicas mais recentes dão conta do sal como indutor de autoimunidade, em mecanismos não plenamente reconhecidos. No dia de hoje vemos a publicação da relação entre o consumo excessivo de sal e a atividade da esclerose múltipla, com a hipótese de ativação dos macrófagos como mecanismo fisiopatogênico.