DOENÇA DE GRAVES


Definição

A Doença de Graves (DG) é uma doença autoimune que leva à hiperatividade da tireoide. Esta doença se caracteriza pela presença de hipertireoidismo, bócio, oftalmopatia e, ocasionalmente, dermopatia infiltrativa ou mixedema pré-tibial.  A Doença de Graves é a causadora do hipertireoidismo na maioria dos casos, com uma alta incidência por volta de 60 a 80 % dos casos diagnosticados. Não é conhecido nenhum gene que determine a doença ou que seja necessário para o seu desenvolvimento, parecendo haver uma associação entre DG e polimorfismos do gene CTLA-4 (cytotoxic T lymphocyte-associated 4) e determinados alelos HLA no cromossoma 6.

Epidemiologia

Relativamente à incidência por gênero, surge numa relação feminino/masculino de 5-10:1. A incidência anual em mulheres durante um período de 20 anos é cerca de 0,5 por 1000. Pode surgir em qualquer idade, contudo a idade típica situa-se entre os 20 e 40 anos.

Manifestações Clínicas

As principais manifestações clinicas são nervosismo, fadiga, taquicardia, palpitações, a intolerância ao calor e a perda de peso; hiperatividade, irritabilidade, alterações de humor e insônia.

Diagnóstico

O diagnóstico é realizado através do doseamento de anticorpos anti-rTSH (-TRAb), particularmente dos estimulantes. Quando o diagnóstico clínico não é claro há a necessidade da avaliação de presença de concentrações elevadas de anticorpos anti-TPO, ou de uma cintigrafia que demonstre bócio difuso favorecendo o diagnóstico de DG. Este último é utilizado para distinguir o hipertireoidismo secundário a outras causas (tais como hipertireoidismo factício, subagudo, pós-parto ou associado a bócio nodular tóxico) daquele pela DG, podendo também ser utilizados ecografia, ressonância magnética ou a tomografia computadorizada.

Tratamento

A abordagem terapêutica do hipertireoidismo da DG consiste no controle sintomático com betabloqueadores e na administração de tionamidas, iodo radioativo e cirurgia.

Links úteis

http://www.sobrau.com/nova-chance-para-a-cura-da-oftalmopatia-de-graves-teprtumumabe/

http://www.minhavida.com.br/saude/temas/doenca-de-graves

http://www.scielo.mec.pt/pdf/am/v22n4-5/22n4-5a07.pdf

https://www.medscape.com/viewarticle/452668_8

FIAMMA COSTA