Nova chance para a cura da oftalmopatia de Graves: Teprotumumabe

Artigo publicado nesta semana no NEJM relata a experiência altamente positiva com um novo agente biológico para tratamento da oftalmopatia associada a casos mais severos de hipertireoidismo autoimune.

A inibição do receptor do fator de cescimento similar à insulina (IGF-1R) resultou em melhora detectável dos olhos em 69% dos 88 pacientes estudados, contra 20% no grupo placebo. Para-efeitos ocorreram apenas em diabéticos, com descontrole leve da glicemia.

O Abstract você pode ler no seguimento.

Testes Laboratoriais Aplicados à Imunologia Clínica

TESTES SOROLÓGICOS OU IMUNOENSAIOS
Ana Lígia Bender / Carlos Alberto von Mühlen

Os imunoensaios são técnicas para a detecção ou quantificação de antígenos ou anticorpos, podendo utilizar reagentes marcados ou não marcados. Os ensaios com reagentes não marcados possuem sensibilidade de detecção menor, pois é necessário que se forme grande quantidade de imunocomplexos para que se processe a visualização do fenômeno.

Alto teor de sal da dieta piora doenças autoimunes

Créditos: Fotógrafo Marcos Santos / USP Imagens

Várias evidências científicas mais recentes dão conta do sal como indutor de autoimunidade, em mecanismos não plenamente reconhecidos. No dia de hoje vemos a publicação da relação entre o consumo excessivo de sal e a atividade da esclerose múltipla, com a hipótese de ativação dos macrófagos como mecanismo fisiopatogênico.